El Autor
La Divina Doctrina
El Hermano Depositario
La Hermandad
Other Languages
MENSAGEM TELEPÁTICA SEGUNDA DO PAI ETERNO AO MUNDO TERRESTRE; A PRIMEIRA FOI OCULTADA A ESTE PELA ROCHA RELIGIOSA.

Sim, filhos terrenais, desde o nascer nesse planeta, se busca a Verdade. Inicia-se, agora, para o mundo do conhecimento, a Revelação esperada por séculos e séculos. Vosso Criador se vale de Doutrinas Viventes para fazer avançar os mundos. No passado remoto, Deus vos enviou a Lei Mosaica, posteriormente a Doutrina Cristã, quando Seu Filho Primogênito se fez Carne. A terceira, a que ora se inicia é, a Doutrina do Cordeiro de Deus. Esta Doutrina será chamada também de, Ciência Celeste e seus principios estão alicerçados nos elementos da Natureza Divina. A Escrita Telepática é o meio de comunicação do qual se utiliza o Criador do Universo e sempre foi assim. No Pretérito, as doutrinas eram recebidas pelos profetas, através da telepatia. Isto porque todas as coisas têm um princípio e uma razão de ser. Porém, a Doutrina do Cordeiro de Deus não tem fim, pois o Universo não o tem. Por isso mesmo, ela se engrandecerá por toda a Terra. Será traduzida em todas as línguas do mundo. Tal será sua magnitude e amplidão que cairá, ao fim dos tempos, o materialismo capitalista, opressor e explorador, a vilania devoradora de seres humanos. Nova Moral sobreviverá, a moral própria do Milênio de Paz. As Doutrinas do Pai Eterno sempre transformam os mundos. Tal e qual ocorreu no passado terrenal, a Nova Revelação foi pedida pelos espíritos humanos encarnados atualmente. E o Criador a concedeu a vós. Fique claro que, todo instante vivido em vossas existências, vós o pedistes e vos foi dado. A Nova Revelação nada mais é que a continuidade do que está escrito nas Sagradas Escrituras. Uma coisa é ser estudioso das Escrituras, outra bem diferente é ser religioso. O primeiro, o estudioso, é eterno porque o espírito busca sempre sua própria gênese. Quanto ao segundo, o religioso, é submisso ao comércio da fé. As religiões serão as primeiras a serem acusadas ante o mundo, pela Doutrina do Terceiro Milênio, Doutrina Celeste, a Doutrina do Cordeiro de Deus. As chamadas religiões, em sua moral humana, dividiram o mundo da fé. Elas não tinham o direito de agir dessa maneira. Se esquecerem de que só existe um Deus Uno, não mais. Uma só Verdade. SÓ SATANÁS DIVIDE E SE DIVIDE A SI MESMO. Os espíritos religiosos são, hoje em dia, os mesmos fariseus da época romana. Eles pediram ao Criador, de tudo e todos, o nascer de novo, para corrigir seus erros do Passado. Foi lhes dado a prova de vida. Não se esqueçam os religiosos do mundo que todo espírito é provado no destino que escolheu, por livre arbítrio seu. Vós, espíritos da rocha religiosa, fizestes o mesmo em distantes planetas, outros mundos. Dividiram outros rebanhos. Promoveram confusão espiritual em outras criaturas. Em muitos mundos edificaram templos materiais, finalmente voltaram a construí-los na Terra. É por isso que serão os primeiros a serem julgados pelo Divino e Único Juiz. Vós, os espíritos religiosos, ao violar a Lei de Deus, se converteram, qual espécie de um Anti Cristo. É todo aquele agressor aos Mandamentos do Pai, como de fato fizeram vós.  Dizem ainda: - A santa madre igreja. Eu vos digo que ninguém é santo, ou santa. A verdadeira humildade não carece de títulos. E estes são desconhecidos, ou ignorados, no colossal Reino dos Céus. Até o vosso microscópico planeta o é. Só o Pai e alguns profetas é que conhecem o planeta pó, a chamada, Terra. A razão disso é simples: o Universo Vivente e Pensante do Pai Jeová não tem fim. Quem se crê grande, não o é. Devido a vós, religiosos, se escreveu a palavra ramera. Isto porque vós, religiosos, comercializais a fé, vendem minha Divina Lei. CEGOS GUIANDO CEGOS. Transmitindo a outros cegos, vossos erros. Ao expandir-se a Nova Doutrina, se dividirá vossa rocha de duro egoísmo espiritual. A palavra rocha (ou pedra) não significa eternidade de nada. A Terra é relativa e não eterna. Vós acreditáis que vossa igreja é eterna. Os acontecimentos há muito profetizados e que virão, vós clareará esse engano. Somente os humildes de coração ganharão a eternidade. Não os que ensinam a moral dentro da imoralidade. Quando meu Filho Primogênito disse, no Passado terrenal: SOBRE ESSA ROCHA EDIFICAREI MINHA IGREJA, Ele assim afirma enxergando o futuro da humanidade, porque a Trindade Solar está em todas as partes. Está também, nos Tempos Viventes: Passado, Presente e Futuro. E o que é que meu Filho Solar Cristo viu? Ele enxergou todas vossas transgressões. Viu todas vossas violações às Leis do Pai. Viu como vós, espíritos religiosos, perseguiam criaturas inocentes, as quais, por não compartilharem e não aceitarem vossas ideias, vós os lançáveis à fogueira da santa inquisição. Viu, como vós perseguíeis, a grandes estudiosos e escritores; pelo simples fato de denunciá-los e fazê-los ver, os vossos próprios  erros cometidos. Viu ainda, meu Filho Solar Cristo, a maneira vossa, de coroarem reis terrestres, ciente é, vossa rocha egoísta que só existe um Rei dos Reis; o Divino Pai. Só Ele que dá e tira a vida.  O título de Rei é atributo do Mundo Celeste. Ao demônio se intitula, espírito rei. Os Mandamentos não ensinam a fazer-se rei. Eles orientam, a praticar a humildade sobre todas as coisas e seres. O Filho de Deus viu mais além, como vós, religiosos, abençoáveis e benzíeis as armas com as quais se matam os filhos do Pai. Sabendo vós, demônios que o Divino Mandamento diz: NÃO MATARÁS. Viu o comércio da fé e viu toda a imoralidade em vossos espíritos. Mais valeria não ter pedido nascer de novo, antes de cair novamente em violação; vossas religiões são desconhecidas no Reino dos Céus; e é desconhecida toda moral que pretenda dividir a fé dos Filhos do Pai. O Único Templo conhecido no Reino é o Templo do Trabalho. O Trabalho é um Preceito Divino, o Mandato mais antigo que existe. Antes de nascer vosso microscópico planeta, o Trabalho era e é praticado em colossais mundos. O Templo do Trabalho jamais se reduzirá a pó. Vossos templos materiais, sim, retornam ao pó e com isto desaparecerá deste planeta a adoração material. Uma adoração que, nunca deveria ensinar-se. Por esta razão embasada na hipocrisia e falsidade, vossos projetos espirituais e morais tiveram um atraso evolucional de vinte séculos.

Sim, Filhinho, (Nota do Tradutor: Trata-se do Filho Primogênito do Pai Eterno, O Filho Solar Cristo) este desenho da celestial hierarquia ilustra a manifestação da Justiça Divina, ou seja: toda justiça provém da mesma Fonte Eterna, aquela que julga todos os seres. A todo espírito humano se permite enxergar essa justiça, enquanto permanece na eternidade, no Reino dos Céus. Isto se deve a que todos os espíritos é dado o direito de ver a manifestação da justiça em si próprio. Porque também tudo existe no Reino dos Céus. Em fundamento espiritual, ninguém vem cego, a esse mundo terrenal, o planeta Terra. Cada um, enquanto espírito, prometeu criar seu próprio Céu. Então, a Justiça Divina se conforma a esse agir espiritual. Ela, a Justiça Divina, tem sua Lei nos Mandamentos Viventes, que são a mesma medida (vara) com que vós sereis medidos, por vossos atos. Cada uma de vossas ideias possui uma intenção e toda intenção é dotada de vida no Reino. Quando o espírito transgride a Lei, os Mandamentos Viventes, a sua intenção é julgada. O corpo humano tem sua gênese resultante das Leis Magnéticas, Leis Divinas, cuja origem é o Macrocosmo. Aquele ser que nega sua representação divina no microscópico mundo em que vive, nega o Pai. Ele, o Pai Eterno quer o melhor para seus filhos e recusar o Criador é recusar sua própria eternidade. Isto porque em infinitos céus, se lêem as mentes. E, quando aqueles seres celestiais lêem os espíritos, enxergam e julgam os atos destes. Quem nega ao Pai, os Céus Viventes lhe recusam a entrada.  O que se realiza abaixo repercute acima e, até onde alcança vosso espírito, a Lei é a mesma. Meus Mandatos são iguais, tanto acima quanto abaixo, o que muda é a filosofia que por um instante se vive. Vossa justiça é e será espiritual. O material não permanece em vosso sal da vida, em vosso conhecimento. A realidade única para todo espírito é a eternidade que vive, não é o efêmero que sentiu quando possuía corpo físico. Corpo de carne que solicitou e lhe foi concedido. Conceder um corpo físico não é como conceder uma coisa qualquer. O corpo é vivente que momentamente pediu também tal geometria física e lhe foi doado. A herança é igual para todos; matéria e espírito têm direitos iguais e ambos os pedem. Portanto, no Reino dos Céus, leis espirituais e leis materiais, conhecidas como Arca da Aliança, se integram, se fundem. Porque a materialização de um espírito não se faz por obra do acaso, se faz por obra da Divina Responsabilidade. Dizer ao contrário é menosprezar a si mesmo e, quem subestima ao Pai que está dentro de si, se menospreza. Não se ensinou que vosso Criador está em todas as partes? No imaginável e no inimaginável? Certamente que o sabeis de boca, mas, não por conhecimento, por esforço próprio, por suor do rosto, por mérito. O que se busca se encontra. Porque se premia no grau em que se empregou a mais grandiosa busca. Porque podeis buscar muitas coisas em vossas existências e, se não buscais o Pai que vos deu a vida, não entrareis no Reino dos Céus. Nunca entrarão os ingratos, somente os humildes. Aqueles que suportaram suas próprias provas de vida, porque foram provas pedidas por eles mesmos no Reino. Toda prova que se passa a vida, a cada instante, a cada segundo, vós pedistes e vos foi concedido; até a forma e característica de vossas mortes. E dentro de vossas provas pedistes e prometestes cumprir a mais elevada Moral. A única, porque sem ela jamais entrareis no Reino dos Céus. E pedistes que tal Moral vos fosse ensinada na Terra e vos foram concedidos os Divinos Mandamentos. Eles são a vara, a medida, porque por eles sereis julgados. E assim será até a consumação deste planeta. Bem poderiam os espíritos humanos não me estudarem nunca, mas viver na Moral de Meus Mandamentos. Isso é a treva, porque nunca entrareis onde está o Pai. O tempo que vós estareis longe da Luz é tão desconhecido que tereis que nascer de novo para conhecer o valor. O que não está em vossa microscópica evolução, a justiça que pedistes, começa pelo mais microscópico que vossa mente possa conceber. Assim foi porque o humilde, o pequenino, são os primeiros em tudo; primeiros no Reino dos Céus e na Divina Justiça; primeiros ante o Divino Pai Jeová. E o mais microscópico que vossa mente possa conceber são vossas ideias, as mesmas que gerais diariamente. As mesmas que pedistes no Reino. As mesmas que sentis e que não vedes. Todas vossas ideias viajam fisicamente no espaço. Elas têm o mesmo direito que vós. Pedistes nascer na matéria, elas igualmente. Pedistes viver em um tempo e em um espaço; da mesma maneira, vossas ideias o pediram. O de cima é igual ao de baixo. A herança dos pedidos é igual para todos. Pedem os colossais e pedem os microscópicos. Pede a matéria e pede o nada vivente. E tudo vos concede o Pai. Por ser infinito o espaço, vossas ideias varrem distâncias imensuráveis que jamais calculareis; só o Pai o sabe. Vossas ideias são conhecidas no Reino, como Sementes Galáticas. Porque delas nascem vossos mundos e vosso próprio céu. Escrito foi em Meu Livre Arbítrio: CADA UM FAZ SEU PRÓPRIO CÉU. Porque todos vós tendes, em dimensão microscópica, a herança do Pai. O que possui o Pai possuem os filhos, assim como ocorre com os pais terrenais. Suas características genéticas são transmitidas aos filhos. Pois, o que está no alto é como o que está embaixo, o que está embaixo é como o que está no alto. A herança que vos foi doada pelo Pai foi a herança da inocência e não da filosofia. É vosso livre arbítrio quem faz as escolhas, então, o que tendes sido é de vosso mérito. Porque tudo se ganha com o suor do rosto e com esforço espiritual. Nada existe na criação do Pai que não tenha custo. Tudo custa e custará. Isto porque sem o mérito espiritual individual, não se pode entrar no Reino dos Céus. As comodidades de vosso mundo, de nada valem no céu. Todo conforto material desfrutado no planeta Terra é um prêmio já consumido. É por isso que foi escrito: já se obteve a recompensa. Todo desfrute material não é mérito celestial. Tampouco quando tais benefícios são produtos de uma filosofia que nada tomou em conta os Mandamentos Divinos. Esta dita filosofia tem seus dias contados, porque o Pai Criador dá e tira. Vossa filosofia materialista será cortada em seu expansionismo nesse mundo. Porque tudo tem seu tempo e tudo é relativo aos Mandamentos do Pai. Essa relatividade aos Preceitos Divinos foi a que vós mesmos pedistes nessa prova de vida terrena. Portanto, a queda de vosso sistema de vida significa a queda de vosso próprio julgo, ou juízo. Isto será o maior acontecimento para os humildes, os explorados, os despossuídos; porque todos são iguais perante Deus. Ninguém nasceu rico e nem ninguém nasceu pobre. Tal situação foi criada pelos espíritos gananciosos que vivem apenas o tempo presente. São eles os espíritos mais atrasados em sua caminhada evolutiva. Dessa forma de pensamento mesquinho frente à eternidade, não fizeram outra coisa, a não ser subjugar o mundo material. Todos estes demônios serão julgados pelo mesmo mundo. Porque ninguém quer a condenação de sua alma. A Luz da Doutrina do Cordeiro de Deus transformará o mundo. Porque assim está escrito no Reino dos Céus. Este mundo Terra fez o contrário do que foi ordenado pelos Preceitos Divinos. Por séculos e séculos, Meu Divino Mandato vem anunciando que os humildes são os primeiros em toda ordem de coisas. Que fizestes vós do Meu Mandato? Meus humildes governam a Terra, posto que são os primeiros em tudo? Certamente que não. Vejo que todo humilde, nesse mundo, é depreciado. O preconceito social lhe impõe a baixa autoestima; o impede de sequer participar dessa imoralidade a quem chamais de alta sociedade. Com que direito, vós haveis criado essa dita sociedade? Por acaso está escrito isso, em Minhas Escrituras? Em verdade vos digo, demônios da vaidade, que toda árvore filosófica não plantada pelo Criador será arrancada pela raiz. Assim é toda evolução vivente. E quem criou e fez os reis na Terra? Vós não sabeis que somente o Divino Pai é o Rei dos reis? E esse título não é deste mundo, ele pertence ao Mundo Celestial. Ao satanás se é denominado espírito rei. Os Divinos Mandamentos ensinam a ser humildes, sobre tudo e todos. Não ensinam a fazer reis. Em verdade vos digo, demônios da maldita nobreza, ninguém de vós entrará no Reino dos Céus. E por meio de vós, tampouco entrarão vossos filhos, até a terceira geração. A razão desta sentença é que no universo vivente do Pai Jeová, toda herança é transmitida. Ninguém deve ser vaidoso, quer seja por um microscópico segundo de tempo, pois basta um segundo, ou menos de transgressão e não se entra ao Reino dos Céus. Malditos reis do mundo, a inocência de vossos filhos, vós a amaldiçoareis. Porque não entrarão no Reino e, juntamente a eles, todo aquele, ou aquela, que a vós serviu em vossa maldita filosofia. Nenhum demônio chamado nobre entrará ao Reino. Isto, pois, no Reino dos Céus somente se conhece o mérito do trabalho, a filosofia universal. Aquela solicitada por todo humilde e todo honrado ser. Os que foram e são reis na Terra foram e são os espíritos iludidos na vaidade. Seus espíritos têm a influência galáctica de outras existências. Existências tais, onde tudo era brilho material e nada de intelectualidade.  Um sal de vida privativo da escuridão. E não exite demônio que não haja sido rei em algum mundo. Esta filosofia, o mesmo satanás a encabeça.  Desde o instante no qual se rebelou e toda a legião que com ele se aliou. Todos os espíritos humanos que pediram ter um rebanho, uma nação, com um rei na cabeça pertencem à legião de satanás. Porque todos vós saístes do céu, até o demônio saiu dele. Estando no céu, os espíritos adquirem hábitos de outras criaturas. Tal como ocorre entre vós, isto procede, pois o que está no alto é como o que está embaixo. Os imitadores de satanás estão divididos entre os ricos, os religiosos, os reis e os malditos que criam filosofias de força. Mas nenhum demônio permanecerá. A Palavra Vivente do Divino Pai a tudo depura, a tudo purifica, a tudo transforma. Tal qual converteu o mundo antigo com a Lei de Moisés e mais adiante no tempo, com a Doutrina Cristã. Agora o faz com a Doutrina do Cordeiro de Deus. Nada mais fácil para o Criador do Universo que transformar o mundo carnal com sua Palavra Viva. A mesma Palavra que há alguns instantes celestiais disse: Faça-se a Luz e a luz se fez. A mesma Palavra que criou toda a Sagrada Escritura. A mesma Palavra que vos deu os Mandamentos e a mesma Palavra que os julga primeiro pela intelectualidade e por leis físicas depois. Porque todo espírito assim o pediu. Pediu para ser provado ao juízo final, como pediu também ser provado a todo instante na vida. Começando pelas dificuldades na interpretação de Minhas Escrituras. Tudo, absolutamente tudo, vos o pedistes. Até, os mínimos detalhes da Ciência do Cordeiro de Deus. Isto vos dá uma ideia de que até o invisível para vós é controlado desde o Reino dos Céus. Vossas desconhecidas sensações, a justiça para vosso pensamento, vossas ideias, vossas intenções. Vós mesmos assim pedistes no Reino. E pedistes também o esquecimento de vossa origem, a forma e detalhes que fostes criados. Todavia, tudo sabereis, por que vós pedistes conhecer na Terra, a Luz do Cordeiro de Deus. Pedistes também, o conforto do conhecimento, uma nova Doutrina e a surpresa na chegada desta Doutrina. A Doutrina do Cordeiro de Deus, já deveria ser conhecida desde há muito tempo. A incredulidade e o materialismo da rocha religiosa, vos ocultou a Verdade. Eles tinham Planos do Cordeiro, os primeiros pergaminhos foram postos em suas mãos. Porque foram testados, todo espírito é testado. Esses demônios ensinam uma fé que nem eles a crêem. Rogaram serem os primeiros em ter o conhecimento da verdade e lhes foi concedido. O motivo de ocultarem a verdade se deve ao fato que cultivaram uma rocha de egoísmo em seus próprios corações. São eles os que menos crêem. Estão influenciados pelas leis da adoração material, herança faraônica que leva a exaltação da pessoa. Em verdade vos digo, demônios da adoração, nenhum falseador de Minha Palavra entrará no Reino dos Céus. Nenhuma rocha egoísta entrará. Sereis amaldiçoados por esta geração e as vindouras. Devido a vós, demônios, esta humanidade não entrará no Reino, porque todos os segundos transcorridos de vida foram tempos vividos na transgressão. Basta um segundo, ou menos de qualquer tipo de violação e não se entra ao Reino dos Céus. Ao ocultar a verdade ao Mundo, mais distanciastes a esta humanidade do Reino. Quanto mais tempo persistes em vosso erro, tanto mais será o tempo de segundos que vivestes em duradouro engano. Pois, a cada segundo de violação, um céu se fecha para vosso espírito. A vós se impõe, somar os segundos contidos em um minuto, em uma hora, por um dia, uma semana, um ano e a quantidade de segundos de vossos anos vividos. Todo esse cálculo deve ser computado, a partir dos doze anos. Pois, antes dessa idade, todo espírito é inocente perante Deus.  Ninguém que tenha maltratado, por seus atos, ou palavras, durante um segundo, ou menos ainda, qualquer um de Meus espíritos inocentes, jamais entrará no Reino dos Céus. Porque, estes, os tais violadores da Lei de Deus, em outras existências, se queixaram no Reino de que, quando inocentes, foram maltratados. Por isso que foi escrito: não faças ao outro, o que não gostaria que te fizessem a ti. Portanto, nenhum mau pai, ou mãe, padastro, ou madastra, ou ainda, uma pessoa que age mal, na responsabilidade, ou no cuidar de inocentes crianças; eles não entram em Meu Reino. Seus destinos estão subordinados à justiça de meus inocentes. Isto porque todo pequeno é grande no Reino dos Céus. Não se ensinou que todo humilde é o primeiro diante do Pai? Isto significa: tudo que é microscópico é em primeiro sob a justiça do Pai Jeová. Portanto, vosso espírito não é o primeiro no Reino. Em primeiro estão todos aqueles que vosso espírito vos desprezou na Terra. Vossos espíritos não podem solicitar em serem os primeiros, porque se ordenou a vós serem humildes por sobre todas as coisas. O último é sempre humilde, não se dá importância a si. Em verdade vos digo que ninguém que se deu importância a si entra no Reino dos Céus. Ainda que esa indevida importância tenha durado um segundo, ou até menos de um segundo. E todo mau pensamento que esse alguém tenha cometido, na mesma medida de tempo, não o será  permitida a entrada ao Reino dos Céus.A queda desta humanidade é consequência da falsa sentença afeiçoada aos gozos materiais. E quem os inculcou foi a infundada e inverídica moral da rocha religiosa. Esta meretriz, sic (Nota do Tradutor, NT: esta ramera, ou seja, mulher que negocia ato sexual em troca de dinheiro) que por séculos e séculos negocia a fé.  

Ela, a corrupta e falsa moral religiosa, fez coisas de acordo com os seus interesses efêmeros. Não levou em conta o humilde. Ele, o humilde, não se arrodeia de luxos, não se falseia. Isso porque todo humilde já passou pela mesma prova de vida pela qual estão passando aqueles espíritos imersos em falso deslumbramento. Enfim, todo materialista é um espírito atrasado,  que se ilude com um presente microscópico. Mais ainda, eles ignoram as leis espirituais. Tal atitude é característica dos chamados papas. Os cabeças da imoralidade religiosa. Estas criaturas são desconhecidas no Reino. Porque nenhum deles lá entrou. Somente aos simples e humildes se permite a entrada. Toda e qualquer religião é também ignorada. Até o vosso planeta pó, a Terra, o é. Isso se deve a infinitas leis. Uma delas preceitua que o universo é infinito. Tão infinito que toda fantasia se torna realidade. Outra lei é: cada um faz seu próprio céu. Então, os chamados papas e seus seguidores nutriram o espírito, com uma filosofia de adoração materialista. Eles mesmos geraram seus mundos, com tal filosofia de vida. Isto porque todos estão circundados por um céu. E cada um faz o seu. O culto ao materialismo, desconhecido no Reino, não é uma árvore plantada pelo Divino Pai. Assim como não se conhece, no Reino do Criador, nenhuma doutrina, ciência, ou seita, em que não se tome em conta aos Meus humildes. Porque em verdade vós digo: este planeta deveria ser governado pelos humildes, eles são os primeiros no Reino. São primeiros acima e devem ser embaixo. Foi feito tudo ao contrário. Os governantes deste mundo são aqueles espíritos que, no Reino, não pediram essa prova de vida. A Terra é governada pelos espíritos das trevas. Em seus lugares de domínio material, não se manifestam em nome da Luz. Não Sou mencionado em seus discursos. A meta deles, não é o Criador do universo. O objetivo é efêmero. É o que perdura um suspiro, na presença da eternidade. Leio suas mentes. Vejo seus cálculos. Por estar presente em todas as partes, Vejo que eles mesmos constroem seus mundos cheios de escuridão. Em verdade vos digo, governantes orgulhosos e vaidosos: nenhum de vós permanecerá. Ninguém de vós durará se não levardes em conta Meus Preceitos, Meus Mandatos. Se os humildes tivessem governado o mundo desde o princípio, vos asseguro que não haveria a necessidade de um juízo a este planeta. São os profanadores que geram os juízos. Nenhum transgressor da lei entrará ao Reino do Pai. Os Mandamentos, a Lei está em vós mesmos, sempre foi assim. Basta pensar e já estais criando vosso juízo. Matéria e espírito pensam em suas respectivas leis. Isso porque ninguém é destituído de sua herança, ninguém é deserdado por Deus. Todos têm os mesmos direitos. Ninguém é menos diante do Pai. Estes direitos se manifestam de todas as formas imagináveis. E em todas as formas que pedistes para virdes ao mundo, vós presenciastes o vosso pedido. Porque, antes de vir a moradas planetárias, primeiro se faz parceria com os elementos da natureza futura. Tudo quanto vossos olhos tenham visto durante vossa existência terrena, o pedistes em Divinas Alianças. É por isso que, no Universo Vivente do Pai Jeová, tanto a matéria, quanto o espírito, têm igual direito ao pedido de justiça. A matéria e o espírito possuem um livre arbítrio, independente um do outro. Se não fosse assim, não existiria a perfeição na justiça, não haveria igualdade de direito a cada um. A Justiça do Pai sendo Una, ainda assim se manifesta em infinitas maneiras. Porque nada tem limites na Justiça Divina. Toda justiça nasce dos mesmos atos realizados pela criatura humana. O sal da vida é que dá a forma a sua justiça. É ele, o sal da vida, o mesmo conhecimento aprendido em uma existência. E em função do livre arbítrio, os espíritos não obtém igual alcance de aprendizado. Uns antes, outros depois. Essa lei esclarece a desigualdade física entre vós. Portanto, cada conhecimento adquirido, ou seja, o sal da vida, se perpetua em vós. Mas, tudo é relativo em grau infinito. Vós mesmos sois quem criastes a quantidade e a qualidade de vossas vivências relativas. A filosofia do vosso pensar vos dá esse grau de qualidade relativa. Igual maneira, vossa hierarquia espiritual, no Reino dos Céus, vos permite alcançar a mais alta qualidade vivencial, na prática da humildade, seguida por alegria e trabalho. Isto é um complemento do que se chama Comunismo Celestial. Uma comunhão espiritual com filosofia de inocente criança. Aquele que não cultivou e cativou alegria em vida na Terra não entra no Reino dos Céus. Nenhum ser de caráter imbecil entrará. Ainda que esta idiotice espiritual, essa característica de fraqueza espiritual tenha sido de um tempo de um segundo ou menos. Tudo isso, a alegria na vida, vós prometestes no Reino dos Céus. Imitando a mesma qualidade celestial, vós prometestes serem alegres sob quaisquer circunstâncias. Vós não pedistes serem idiotas de caráter, porque saibais que isso é ignorado na Eternidade Celestial. E, por sedes imbecis, fracos de espírito, vós não entrareis no Reino. Se, em vossas existências terrenas tivestes ódio, ira, acessos de raiva, isso se deve ao sistema injusto de vida que os homens escolheram aplicar e praticar na Terra. Os criadores desse sistema de domínio material deverão pagar por esse erro, se submetendo a este Juízo Divino. Porque assim o pediram, assim se lhes dará. Por sobre os demônios que criaram o capitalismo explorador cairá todo o peso da Justiça Divina. Estes demônios da ambição e do predomínio opressor prometeram ao Pai Eterno honrar e glorificar sua Divina Lei neste mundo terrenal. Não, obviamente, tornar-se seus próprios carrascos. Porque este sistema de vida, cujo produto é a ciência do bem e do conforto material, é o jugo nesse mundo, a canga, instrumento de domínio e opressão. Esse jugo chega ao seu fim, porque o princípio dos novos tempos é chegado. Mundo novo com tempo novo. Moral nova com destino novo. Não se ensinou que o Criador renova todas as coisas? O Juízo Final se inicia com a Doutrina do Cordeiro de Deus. Um final doloroso porque toda violação à Lei do Pai somente traz a dor. Tal como vós haveis experimentado a injustiça em vossas vidas. A mesma injustiça nascida de um sistema de vida que não foi criado pelo Divino Pai. E que é desconhecido no Reino dos Céus.

ESCRITO POR ALFA E ÔMEGA

   
CONGRESOS Y EVENTOS

Congreso Puno

Congreso Puno

Registrese con nosotros
Nombre
Correo
  
Importante
Galería de Videos
.
Radio On-line

Escuche: La Hora Estelar de La Divina Revelación Alfa y Omega
.

En Radio Bienestar
1360 AM
Lun a Sab de 8pm a 9pm

Correo personal del Hno. Antonio Cordova Quezada
Canales

BLOG ALFA Y OMEGA

Vean los Rollos originales de la Divina Revalación Alfa y Omega
Av. José Gálvez 1775 - Lince - Lima - Perú
Telefono : (51-1) 455-9089 (51-1) 2658326
alfayomega_amor@hotmail.com, alfayomega@alfayomega.pe, peregrinocruzpaz@alfayomega.pe
© Copyright 2011. Hermandad del Cordero de Dios.